Guilherme Vieira – Farmácia na Fazenda

Você já imaginou perder seu animal por cólica por falta de medicamentos em sua fazenda ou haras ?

Por definição, cólica é um termo utilizado para descrever a dor de origem abdominal, na maior parte dos casos ocasionada por distúrbios digestivos, e em menor escala devido a distúrbios em outros órgãos da cavidade abdominal. Trata-se de um dos principais casos na rotina da clínica equina. O desconforto abdominal relacionado à síndrome cólica, de maneira geral, se deve ao aumento da pressão na luz intestinal, alteração no posicionamento anatômico das alças intestinais, inflamações ou espasmos musculares.

Essas situações anormais podem, do ponto de vista patogênico, ser causadas por uma inibição da passagem intestinal (obstruções) ou fermentações indesejadas (gases, ácidos ou toxinas). As alterações no manejo diário, infestações verminóticas ou estresse também podem ser o disparo inicial para esta cascata de eventos.

A cólica é uma das principais enfermidades que afetam o desempenho dos equinos seja no esporte, lazer e até mesmo em suas funções reprodutivas.

Conhecida também como abdômen agudo, a cólica equina é um quadro desafiador para muitos criadores e profissionais da medicina veterinária, afetando diretamente o sistema digestivo (estômago, intestino, baço) e envolvendo diversos mitos.

Quais seriam os tipos de cólica e as principais causas que desencadeiam esse problema?

Outra coisa, Então, os tipos de cólicas que mais afetam os equinos geralmente são a cólica de impacto; cólica por gases; cólica espasmódica; colite; deslocamento ou torção gástrica. E todas têm como principais causas:

– ingestão de corpo estranho;

– erros no manejo alimentar;

– estresse;

– torção intestinal;

– hérnia umbilical (potros e cavalos jovens);

– acúmulo de alimento, gás ou líquido;

– intoxicações alimentares;

– parasitas intestinas;

A intensidade da dor de cólica pode ser variável, no entanto, deve ser sempre considerada uma emergência e tratada como tal. Quando está com cólica, o cavalo nos mostra claramente o seu desconforto. As alterações comportamentais mais características são: raspar o chão, sapatear, coicear o abdome, inquietação, deitar e se levantar, rolar no chão, olhar para o flanco, deitar de costas e bater continuamente na água sem beber.

O diagnóstico é o tratamento requer profissionais preparados para detectar o tipo de cólica que acomete os animais e também prescrever os medicamentos corretos.

Em muitos casos, o veterinário solicita uma pequena intervenção por parte dos tratadores como aplicação de um medicamento. E se o Medicamento não estiver presente na Farmácia do seu Haras ou Fazenda?

Nós temos a solução para prevenção destes problemas: Manual Farmácia do Haras – Farmácia na Fazenda em CD ou Ebook

Neste manual, você terá acesso informações importante como:  conceito e importância da farmácia no Haras; localização, instalação e planejamento de compras de produtos para sua farmácia; planta de armários para medicamentos, desinfetantes e inseticidas: orientações com planilhas de estoques, principais medicamentos e utensílios que não podem faltar em sua propriedade, materiais de enfermaria, rações, suplementos, vacinações, orientações de produtos e equipamentos para reprodução; glossário com nomes, descrições e utilização dos medicamentos e demais produtos.

E o mais importante : A lista de todos os medicamentos que não podem faltar em seu Haras

Informações: 71-98101-4194 – contato@farmacianafazenda.com.br